terça-feira, abril 04, 2006

E tudo o ventou levou...

Alguém me diz para que raio serve o vento?
Sim, também estive nas aulinhas da primeira classe. Também me lembro da história sobre o importante papel do vento que transporta sementes na primavera permitindo a germinação de lindas plantinhas em zonas áridas...
E?
Só isso justifica os perigos, males e horrores (aqui saliento horrores) do vento? Não me parece.
O vento serve para uma de quatro ou cinco coisas: partir guarda-chuvas naqueles dias- cinzentos-em-que-não-basta-o-castigo-de-um-dilúvio-ainda-por-cima-está-um-vento-do-caraças; Mostrar as pernocas das senhoras levantando as saias (o que à excepção do episódio Marylin Monroe não tem piadinha nenhuma); Despentear os penteados; Fechar as pontes sobre o Tejo por razões de segurança; e fazer a Kate Moss levantar voo.

No sítio onde estou hoje (altamente secreto) está um sol lindo, uma temperatura agradável e um vento do caraças.
Exercício: o que é que está mal na frase anterior?

Até que me provem estar a ser injusta, apresento uma moção de censura ao vento.

3 comentários:

Jordan disse...

sacanoide estás na PRAIA????????????
Pois eu estou num sitio mto melhor -a ETAAAAAAA :SSSS

Mukkinha disse...

ahahahahahah
ahahahahahahah
ahahahahahahahah
ahahahahahahahahah

Mas a ETA é um paraíso. Até aí têm um Deus-todo-poderoso (Ele é tão bom!)

Jordan disse...

E só nos faz O BEM!
;)))