quarta-feira, julho 29, 2009

Odeio Almada

Odeio Almada!

Não é um desabafo. É uma afirmação.

Odeio a avenida principal que se começa a descer mas que a meio se tem que evitar para depois a ela voltar. Odeio as ruas que começam com um sentido para a meio mudarem e no final regressarem à mesma direcção de escoamento de trânsito. Odeio a Emel cá do sítio que multa carros funerários esperando que os senhores carregassem o caixão pela cidade - única garantia de um estacionamento limpo, eficiente e pago num dos muitos parques da cidade. Odeio os estacionamentos proibidos que disfarçados de ambientalismo são o maior negócio da autarquia. Odeio o espírito mesquinho e pequeno dos governantes locais que usam a demagogia comunista para enganar o povinho...

Odeio que a avenida principal tenha um metro de superfície (?) a fazer exactamente o mesmo percurso do autocarro. Odeio que essa obra megalómana inaugurada pelo Lino em pessoa tenha arrasado a avenida e feito passeios de 20 centímetros de altura que em situações de emergência ninguém consegue transpôr - e a avenida que agora tem apenas uma via em cada sentido fica TANTAS vezes entupida pelos autocarros avariados.

Odeio a falta de árvores e o aspecto seco... os prédios velhos mas sem personalidade... o parque da cidade que nunca vi cheio... as rotundas do Centro sul que mais parecem armadilhas...

Odeio Almada.

Odeio chegar aqui de manhã e sair daqui ao final do dia.

Odeio Almada...

7 comentários:

ACS disse...

Vá... Isso passa ! :)

Tiago Lopes disse...

Devia odiar andar de carro e adorar andar a pé. Metade dos seus ódios passavam.
cheers

Sereia* disse...

Olha Mukinha,

segue aqui a dica do sabichão do Thiago e vais ver que isso passa... vais ser capa de revista por seres a única pessoa que passa a ponte sobre o Tejo todos os dias a pé para ir trabalhar!

Realmente! Como é que nunca tomaste uma decisão destas?!?!

Tiago Lopes disse...

Mas também temos barcos, comboios e autocarros para passar o rio, não é de todo necessário ir a nado..
Ao fazer isso estamos a proteger o ambiente!

O meu comentário acima só teve como "visão" o ódio por alguns pontos da cidade de Almada, cidade que não é perfeita é certo, mas não merece certamente estes ódios!

Mukkinha disse...

Tiago... Por onde começar? Talvez seja melhor por: ODEIO Almada. Não preciso justificar-me. Odeio. Boa?

Os ódios são assim. Viscerais.

Odeio Almada. Odeio Almada. Odeio Almada.

E se resume o texto ao andar-ou-não-de-carro... bem... é porque ou não leu bem, ou conhece bem o problema, reconhece-o e só o valida...

Mukkinha disse...

ACS... não passa nada. E olha que para mim é mais fácil amar que odiar :)

Sereia, peixinho da minha vida :)
Gosto tanto de ti. Percebes-me, né???

ACS disse...

Não, espera... Mas qual quadratura do círculo??? Fiquei fã ! Go on guys !!!!!!